terça-feira, 3 de junho de 2014

Meu Amor, Meu Diamante...


"Um dia acordei e as prioridades mudaram de lado.
O que era amor num dia, no agora é passado.
O que era para sempre, em outra hora é dispensável.
Sonho antigo jaz desfeito, promovido a descartável.
Fui dormir num sonho a dois onde o amor era perfeito.
Acordei abandonado meu castelo foi desfeito.
Me entreguei de corpo e alma a quem nem mesmo me amou.
Quem não ama vai embora sem sequer se importar por quem de amor se entregou.
Mas o mundo da suas voltas e a dor que era outrora insuportável e deveras angustiante.
Se mostrou benção de Deus, que mandou você pra mim, meu amor, meu diamante."

                                                              Fábio Baptista