segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Dores E Magoas


Sangra e chora meu coração maltratado... E continua ele em sua triste sina de acumular decepções. Até o dia em que meu coração secar desse amor, não por não querer mais amar, mas por não aguentar mais sofrer. Nele, restará somente as dores e as magoas. E o amor de outrora, viverá somente na lembrança desta poesia, ou de tantas outras quaisquer. E será falado esse amor... Este mesmo amor, que um dia você recusou... E sozinho definhou a morrer.

                                                                 By: Fábio Baptista