quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Balada



           "Eu to de bem com a vida, eu to muito feliz, 
             to indo pra balada, sem hora pra voltar.
            Me vou com meus amigos, curtindo por ai, a

            gente sai sem rumo, para qualquer lugar.
            Seja o Alternativo, ou seja no Be Happy, 

           Talvez Café Moinhos... me vou pra Stuttgart.
           E o melhor de tudo, é que não tenho medo, 
           nem hora pra chegar.
           E se nos der na telha e estiver muito bom, é 

           com você menina, que eu quero ficar.
           Não tem ninguém ligando, não ninguém 

           cobrando, eu quero é beijar.
           Se ficar muito bom e a coisa ficar quente, 

           a gente sai juntinho pra em casa terminar.
           Se num lapso da vida por erro ou por descuido, 

           eu for me amarrar.
           Dai vem meus amigos, falando das gurias das 

           boas companhias, eles vem me salvar.
           E se a balada é boa, me da um copo cheio eu 
           quero é zuerar."
           Mas no final de tudo a gente sabe bem, que 
           escapar do amor não da pra evitar.


                                                                By: Fabio Baptista