segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Uma Esquina Qualquer



Nestas idas e vindas da vida, em uma esquina qualquer, virando assim de relance em ti meu amor esbarrei, teus olhos fixados nos meus... meus lábios bem perto dos teus... fechei os olhos e deixei minha imaginação viajar, que o beijo mais doce te dei, no final, quando os olhos abri... você, ja não esta ali... fiquei com meu coração na mão... procurando perdidamente, por você na multidão.


                                                       By: Fábio Baptista